Apoio

segunda, 12 fevereiro 2018 09:10
Atualidade

Estudo de validação do UR-CARE aceite no Journal of Crohn’s and Colitis

O UR-CARE “United Registries for Clinical Assessment and Research” é uma iniciativa da ECCO, de forma a criar um registo Europeu online para os cuidados clínicos e investigação na doença Inflamatória Intestinal. O abstract do estudo de validação do UR-CARE está aceite na revista científica na área.

Apresentamos aqui a informação relativa ao abstract apresentado, que tem como autor correspondente Johan Burisch, do departamento de Gastrenterologia, do North Zealand University Hospital, na Dinamarca.

Introdução

A base de dados “United Registries for Clinical Assessment and Research” (UR-CARE) é uma iniciativa da European Crohn’s and Colitis Organization (ECCO) para facilitar a prestação de cuidados de saúde diários e os trabalhos de investigação na Doença Inflamatória Intestinal (DII). Neste sentido o grupo de investigadores liderado pelo Prof. Dr. Johan Burisch, Departamento de Gastrenterologia do Hospital Universitário Zelândia do Norte, na Dinamarca. procurou validar a base de dados usando casos clínicos fictícios de doentes com DII, introduzidos por observadores com experiências distintas na área.

Metodologia

Um total de 19 observadores registou na base de dados cinco casos clínicos; após seis semanas, os observadores registaram novamente os mesmos cinco casos clínicos. Para determinar a precisão de cada observador, foram selecionadas 20 variáveis para cada caso; atendendo às características da base de dados, foi assumida uma percentagem alvo mínima (>90%) de registos que seria inserido corretamente na base de dados. A proporção geral da informação corretamente registada foi calculada usando o modelo de regressão beta-binomial para contabilizar a variação inter observador e comparar com os níveis de validação expectáveis. Para avaliação da confiança foi usado o McNemar’s test.

Resultados

Para todos os casos, a proporção geral de itens registada corretamente e o seu intervalo de confiança incluem o objetivo definido de 90% [Caso 1: 92% (88-94%); Caso 2: 87% (83-91%); Caso 3: 93% (90-95%); Caso 4: 97% (94-99%); Caso 5: 91% (87-93%)]. Estes valores não diferem significativamente dos obtidos após seis semanas (NcNemar’s test p>0.05).

Conclusão

A base de dados UR-CARE parece ser uma ferramenta viável, válida e de confiança, sendo fácil de usar, independentemente a experiência prévia do utilizador ou da experiencia clínica na DII.  Assim, a UR-CARE tem potencial para melhorar futuras colaborações europeias no que respeita a investigação clínica em DII.

Aceda aqui ao artigo original.

Agenda

fev14
13:00-18:00
Lehar 4, Congress Centre, Messe Wien
fev14
13:30-17:00
Lehar 2, Congress Centre, Messe Wien
fev14
13:30-16:30
Schubert 4-5, Congress Centre, Messe Wien
fev15
08:15-17:15
Stolz 1-2, Congress Centre, Messe Wien

Área Reservada

Portugueses no ECCO'18

Dr. Henrique Morna

Dr. Henrique Morna

Dr. João Sabino

Dr. João Sabino

Dr.ª Ana Paula Silva

Dr.ª Ana Paula Silva

Dr.ª Catarina Fidalgo

Dr.ª Catarina Fidalgo

Dr.ª Joana Carvão

Dr.ª Joana Carvão

Dr.ª Joana Torres

Dr.ª Joana Torres

Dr.ª Lídia Ramos

Dr.ª Lídia Ramos

Dr.ª Mafalda Sousa

Dr.ª Mafalda Sousa

Dr.ª Catarina Calle

Dr.ª Catarina Calle

Dr.ª Catia Arieira

Dr.ª Catia Arieira

Prof. Doutor Fernando Magro

Prof. Doutor Fernando Magro

Prof. Doutora Paula Borralho Nunes

Prof.ª Doutora Paula Borralho Nunes

Dr. Luis Correia

Dr. Luis Correia

Dr.ª Joana Afonso

Dr.ª Joana Afonso

Dr.ª Joana Roseira

Dr.ª Joana Roseira